Alface e banana estão entre os alimentos mais desperdiçados

Estudo feito em supermercados na Suécia aponta 7 frutas e verduras mais descartadas e seu impacto nas finanças das lojas e no clima

É uma delícia comer uma fruta bem bonita ou uma salada fresquinha! Sabendo dessa preferência do consumidor, é comum os supermercados jogarem fora aqueles itens que já passaram do ponto ou não estão tão bonitos. Dentre os alimentos mais desperdiçados estão alface, banana, maçã, pera, pimentão, tomate e uva, segundo um estudo feito por uma universidade sueca.

Três pesquisadores do Departamento de Sistemas Ambientais e de Energia da Universidade de Karlstad levantaram os registros de três grandes supermercados daquele país, que pertencem a uma rede chamada ICA.

A partir de dados como produtos descartados, o custo da compra desses itens e o tempo que os funcionários levam para jogar o que não vai ser mais vendido fora, os pesquisadores puderam verificar quais verduras e frutas eram mais desperdiçados.

O descarte foi avaliado em termos de perda econômica para o revendedor e o volume de resíduos. Também foi feito um estudo do impacto climático desses produtos, levando em conta as emissões de gases de efeito estufa desde a produção até o supermercado.

Juntas, as sete frutas e verduras identificadas no estudo representam mais da metade do que o descarte de alimentos custa para uma loja.

As bananas têm uma pegada de carbono alta porque são trazidas de longe, dos países tropicais. Ainda assim, são baratas e, como são fáceis de comer, são bastante consumidas – mas não duram muito tempo nas prateleiras das lojas. Por isso é uma das campeãs de impacto climático e de volume desperdiçado.

Pimentões e tomates também são considerados intensos em termos de emissões, mas causam menos perdas econômicas para o revendedor.

Já a alface responde por 17% dos produtos descartados em supermercados. Essa hortaliça, junto com ervas frescas, são as que mais vão parar no lixo antes de chegar à mesa do consumidor.

Segundo um dos pesquisadores, os varejistas poderiam lucrar mais – e haveria menos desperdício – se concentrassem esforços em medidas que levem a uma melhor administração desses produtos.

Vale lembrar que também desperdiçamos muitos alimentos frescos em casa, que são esquecidos na fruteira ou na geladeira.

Por isso, é sempre recomendável buscar formas de evitar isso, como fazer uma lista de compras antes de ir ao supermercado, para evitar comprar mais que o necessário, ou testar receitas diferentes com os alimentos que estão ameaçando sobrar.

fonte: catracalivre

Deixe uma resposta