Cadê o cliente que estava aqui?

Você escuta seu cliente ?

Qual a ferramenta que você utiliza? Escutar o cliente é primordial.

Em primeiro lugar, sempre preste atenção aos “detalhes” dentro de sua loja. Sabe porque? Porque é isso que o seu cliente esta fazendo neste exato momento. Nossos clientes de loja reparam em tudo…  por exemplo, se alguém está desarrumado, se você esta colocando hortifrut no chão ao repor sua banca, se sua equipe esta animada ou  se todos dentro da empresa estão remando a favor do resultado.

Quer uma dica?! Observe dentro da sua loja, quando o cliente vê um funcionário de limpeza em ação… (veja isso pelas CFTV), eles procuram NÃO aumentar o seu trabalho, mudando de corredor e tomando todo cuidado para não sujar o próximo…observe também muitos deles colocando as mercadorias que estão fora do lugar e voltando ela para o seu ponto ideal. E quantos você vai observar pegando o que caiu no chão e colocando novamente na banca.

Sabe porque?! Isso é da natureza humana: as pessoas querem que nossas lojas estejam sempre arrumadas, pois eles frequentam este espaço constantemente.  Paco Underhill, em seu livro “Vamos as Compras” ele demonstra em passos básicos as oportunidade que o Big brother do varejo ou reality show apresenta.

Então vai ai outra dica para conhecer seu cliente. Avalie cada passo que ele dá dentro da loja…

Mas existe também outros caminhos, para conhecer os desejos de seus clientes. Como a modesta pesquisa interna em sua loja detalhando as oportunidades e fortalezas de sua loja.

Vai lá e pergunte ao seu cliente:

  • Porque ele escolheu a sua loja?
  • Quanto tempo ele é cliente da sua loja?
  • Qual a avaliação geral sobre a loja? (com relação a preço/ atendimento/ entrega domicilio /ofertas / etc)
  • E como ele conhece suas ofertas? (encarte, tv, radio, carro de som ou cartazes na loja)

Vá e faça estas perguntas! Depois compartilhe “comigo”  quero te ajudar em uma breve analise das oportunidades disfarçadas que estão em sua loja.

Ederson Varejo – Coach do Varejo – Practitioner em PNL

Deixe uma resposta