Como os profissionais se vestem reflete na empresa

A forma como os profissionais se vestem reflete o jeito de ser da organização, explica Tânia Casado, doutora em administração e professora da USP. Não acatar essa orientação é como deixar de respeitar os valores da empresa. “Quem só traz a competência técnica vai competir com profissionais que oferecem ambos: dotes intelectuais e aderência ao modelo”, diz.

Além disso, a roupa ainda é vista por muitos profissionais como prova de sucesso e competência, diz a doutora em administração, Leticia Menegon. “O traje dá indicações de estrato social e de renda, por exemplo, e por isso pesa na avaliação que os outros fazem de você”, explica.

A administradora Juliana Bagatin, 34, acha que uma boa apresentação é fundamental e abusa de modelos clássicos como terninho, vestidos e salto alto. “Uma roupa muito relaxada não passa a assertividade e credibilidade que preciso transmitir. Por isso, camiseta e tênis, jamais”, diz.

Para Bagatin, seu código de vestimenta pessoal influenciou colegas. “Por ser gestora, outros profissionais seguem o exemplo ao verem que estou sempre arrumada.”

“Não há como passar credibilidade sem autoconfiança, por isso o profissional deve se conhecer bem e saber do que gosta”, diz. A dica é procurar referências de estilo e observar colegas e superiores para sentir o tom da cultura da empresa.

Deixe uma resposta